Amigos de viagem

Amigos de viagem

1 695

Viajar é sempre uma boa oportunidade para fazer novos amigos. Numa viagem internacional, então, é fácil criar laços com gente do mundo inteiro. E hoje, com messengers, orkuts e afins, é possível manter contato com esse povo todo mesmo depois que as férias terminam.

Porém, brasileiro é bicho que se espalha e é bem possível que, mesmo estando na China, você encontre algum conterrâneo. No caso do Fernando Neves não foi diferente. Em viagem de estudos a Santiago do Chile, no último verão, este mineiro ficou amigo de um grupo de gurias de Dois Irmãos e Morro Reuter (RS). E os laços duram até hoje.

Tudo começou com uma ida dos alunos da escola de espanhol à cidade de Viña del Mar. Fernando não conhecia o pessoal do ônibus. Mesmo assim, bastaram poucos minutos de conversa para o trajeto até a praia se tornar uma mistura de cantoria e partilha de histórias. As gurias falavam do sul, enquanto que ele fazia propaganda da terra do pão-de-queijo.

A semana seguinte foi só diversão: saídas em grupo ao cinema e a restaurantes, muitas risadas e, claro, festas ao som de canções bem populares no Chile. A foto que abre esta matéria mostra Fernando e as gurias (e um canadense perdido) em uma das confraternizações da escola.

Foi em meio a esses encontros que uma das garotas acabou comentando que faria 15 anos em maio. Ela convidou Fernando, de brincadeira, para a festa, mal sabendo que ele havia levado o convite a sério.

Assim que retornou a Minas, Fernando já estava procurando uma passagem em conta para o Sul. E, enquanto maio não chegava, as gurias e ele matavam a saudade de Santiago via internet. “Acho que, no início, a gente compartilhava a nostalgia pelos tempos em Santiago. Agora a amizade se tornou algo diferente, estamos focados mais no presente e nos planos pro futuro”, comenta.

Maio chegou e o baile de debutante de Luiza contou com a presença do amigo de Minas (foto). Foi o reencontro dos brasileiros que fizeram a festa na capital chilena. Fernando passou uma semana no Rio Grande do Sul, mas diz que foi pouco. E promete: “Tenho certeza que vou encontrar elas mais uma vez por aí, falta só decidir o próximo programa.” O PONTO DE CHEGADA fica no aguardo da continuação dessa história.

Post de Rafael Tourinho Raymundo

1 COMMENT

  1. Viajar sempre é muito bom realmente, não só porque nos renova energias e nos dá animo para o nosso dia-a-dia mas porque na manioria das vezes viajamos com amigos queridos!!!

Leave a Reply