Como decidir o “mochilão” ideal?

Como decidir o “mochilão” ideal?

4 804

Antes de efetuar a escolha de uma mochila e decidir comprá-la apenas por beleza, é importante lembrar que os famosos “mochilões” são para transporte de cargas e para viagens sem muita comodidade. Ou seja, são para longos percursos e períodos. A escolha da mochila é um tanto elaborada, o que faz parte do prazer de viajar de uma maneira independente. É indispensável na hora da escolha, o conforto e a resistência.

Na hora da compra é importante optar por um bom fabricante, pois são usados critérios ergonômicos, assim como, as mais avançadas tecnologias nos tecidos e em outros materiais empregados na confecção.

O tamanho das mochilas é determinado pela sua capacidade em litros. As de 40 litros, por exemplo, são consideradas pequenas, de 45 a 60 litros médias e as grandes ou cargueiras suportam 90 litros ou mais. Para a decisão do tamanho ideal é optar por aquele que não cause desconforto para os ombros e coluna. Lembrando, que é de extrema importância redobrar a atenção na escolha da mochila para que você não acabe prejudicado com os males que pode causar devido o peso ou a má-postura. Além disto, preste atenção aos ajustes das ombreiras. Pois, se as alças estiverem muito longas a mochila acabará puxando seu corpo para trás, ou seja, sobrecarregando seus ombros.

Hoje em dia é possível encontrar modelos de mochilas com frente destacável que podem facilitar em trilhas, ou percursos de curta duração. Assim como, existem modelos de mochilas expansíveis, por exemplo, uma mochila de 50 litros + 15 litros, totalizando 65 litros quando “esticadas”.

Para que não ocorra erro na sua escolha experimente a mochila de preferência cheia e observe se a mesma é mais estreita que os seus ombros e mais baixa que a sua cabeça, formando um perfil achatado. Estes detalhes serão satisfatórios durante o uso, evitando problemas futuros. Detalhes da mochila como: bolsos, zíperes e repartimentos são importantes para o rendimento da carga, facilitando a repartição da bagagem e mantendo itens de maior importância sempre “a mão”.

Fique atento, afinal a mochila cargueira tem armações internas e ou externas, ombreiras com alças acolchoadas ou semi-rígidas, barrigueira envolvendo o abdômen e o corpo. As armações internas dão uma sustentação maior à mochila, já as externas podem enroscar em galhos. Ombreiras estreitas podem machucar seus ombros e as muito largas podem machucar suas axilas. Para tanto antes de efetuar a compra experimente a mochila e faça os ajustes necessários. Caso a compra seja feita pela internet, verifique todo o tipo de informação sobre o modelo que escolheu e peça dicas a outros viajantes.

Post de Aline Boff

SIMILAR ARTICLES

0 543

4 COMMENTS

  1. Achei muito interessante a matéria. São dicas práticas. Muitas vezes nem sabemos desses detalhes esclarecidos no texto. Simplesmente gostamos e compramos. Vou acessar sempre pra ver mais novidades!

  2. Muito interessante as questões levantadas na matéria. Normalmente, quando vamos acampar, acabamos não dando importância à certos detalhes que fazem toda a diferença.
    Gostei da relação carga – corpo. Não costumo prestar atenção se a mochila é adequada à meu corpo. Geralmente procuro a que “caiba mais coisas”. O que de um lado é correto, mas pelo que compreendi, também é preciso ter o cuidado com a sustentação do corpo. Muito legal a parte onde fala da questão da alça. Não sabia do detalhe do tamanho da alça, que influenciava na distribuição do peso.

  3. Nossa muito legal mesmooo !
    Eu curto muito mochilas não só pela praticidade mas por achar um “acessório” muito legal. Interessante esse lado da questão da saúde,como usar corretamente e tal…
    legal mesmo..
    to curtindo isso aqui =D

  4. nossa!
    muito massa MEEESMO!

    sou uma nova aventureira, sei lá, uma jovem com o espírito aventureiro recém-formado e estou MORRENDO de vontade de fazer um mochilão e as dicas daqui são suuper práticas. ajudam demais na escolha da companheira de viagem. ;)

    estão muito de parábens pela matéria. gostei tanto que até postei no meu blog, para que sempre que precisar, dar uma lida e informar às outras pessoas também. com os créditos devidamente colocados, é claro. :D

    voltarei outras vezes aqui.

Leave a Reply